Benefícios e Indicações do Tratamento Hiperbárico

Indicações para o Tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárica


O tratamento com Oxigenoterapia Hiperbárica inibe a proliferação de bactérias, auxilia no tratamento de queimaduras extensas, cicatrização de lesões infectadas, úlceras por pressão e em enxertos cutâneos, reduz o volume das bolhas nos casos de embolia gasosa. Por isso, é indicado principalmente para os seguintes casos:

Camara Hiperbárica

• Lesões Teciduais;
• Pés Diabéticos
• Queimaduras e Infecções
• Síndrome de Fournier
• Traumas e Gangrenas
• Intoxicações Respiratórias
• Acidentes de Mergulho

+ Conheça outros Procedimentos Hiperbarico



TRATAMENTO HIPERBÁRICO para feridas que não cicatrizam


Para haver cicatrização de lesões teciduais sejam elas agudas* ou crônicas** é fundamental a presença de oxigênio em quantidade suficiente para ativar e sustentar os mecanismos naturais de cicatrização e combate à infeccção.

Quando não há oxigênio suficiente, essas lesões evoluem como “feridas que não cicatrizam”, ou seja, não se curam mesmo com tratamento adequado.

A aplicação de oxigênio hiperbárico se soma e torna mais eficientes todas as demais medidas para o tratamento de feridas.

Lesões tratáveis com Oxigenoterapia Hiperbárica


Lesões Teciduais Agudas

• Queimaduras
• Traumatismos de ossos e/ ou partes moles
• Gangrenas ou outras necroses
• Abscessos, celulites
• Síndrome de Fournier
• Infecção e outras complicações pós-operatórias.

Lesões Teciduais Crônicas

• Pés diabéticos
• Úlceras crônicas de extremidades
• Osteomielites crônicas
• Lesões actínicas (pós-radioterapia)
• Chron e retocolites ulcerativas.